Sexta-feira, 2 de Março de 2007

Dia 32

Congratulo-me por ter passado um mês sem fumar.

Pois é... Para quem não passava uma hora sem fumar (a não ser que estivesse inconsciente), não fumar há um mês é uma vitória.

 

Congratulo-me por ter deixado de fumar.

Ainda não tinha dito qual a verdadeira razão que me tinha levado a deixar de fumar. Há algum tempo que me sentia a envelhecer prematuramente.

Passo os dias com dores nas costas. Já não consigo estar deitado sem ter dores no corpo. Perdi 30% de meu cabelo. A vontade em sair à noite, a bares ou discotecas, desvaneceu. Cada vez que saía não me divertia. Passava a noite com constantes dores de cabeça, nas pernas, nas costas, etc.

Não estou a dizer com isto que todos os males são consequência do tabaco! A deterioração física acelerada que estou a revelar provém de um conjunto de factores, principalmente o sedentarismo a que me tenho sujeitado desde há muito tempo (passo os dias sentado ou deitado e não faço exercício físico quase nenhum).

Por isso, de forma a tentar melhorar alguns dos anos que me restam, decidi tentar dar uma volta à minha vida. O primeiro passo foi deixar de fumar. O segundo será começar a fazer exercício físico de forma regular.

 

Congratulo-me por ter poupado 88 euros.

Há quem diga que este dinheiro não é poupado porque o acabamos por gastar em qualquer outra coisa. Essa deve ser uma das afirmações mais ridículas que já ouvi. Enquanto fumava gastava dinheiro no tabaco e gastava dinheiro em outras coisas de que gostava (dvd’s, copos, etc.). Não era por fumar que deixava de gastar dinheiro nessas mesmas coisas. Agora, não gasto dinheiro em tabaco, apenas gasto nessas outras coisas. Logo, tenho mais 88 euros do que teria noutros meses. Para não falar no dinheiro que poupo em café, pois agora bebo muito menos e mais barato. Eu explico: dantes bebia café quase sempre num estabelecimento para esse propósito, praticamente porque precisava de ir comprar tabaco. Agora bebo no trabalho onde, cada um, apenas custa 20 cêntimos (2/dia).

 

Congratulo-me pela nova legislação.

É verdade... Sou hipócrita. Há um mês atrás diria que a proibição de fumar em restaurantes, bares e discotecas (ao que parece os que tiverem menos de 100 metros quadrados, a proibição será extensível a toda a área, enquanto que os que tiveram mais do que essa medida, poderão criar uma zona para fumadores), que agora vai mesmo ser aprovada, era uma má lei. Não me imaginava ir a um bar ou a uma discoteca e não poder fumar. Agora, penso que a lei só irá trazer benefícios, pelo menos para os clientes desses estabelecimentos. Para os proprietários, as coisas podem tornar-se más.

 

Espero congratular-me ainda mais no próximo domingo.

O que tem de especial o próximo domingo? O próximo domingo será importante porque será o dia após a minha primeira grande prova de fogo desde que deixei de fumar. Amanhã terei a primeira grande festa. Um jantar de anos. Ocasiões daquelas que, às vezes, nos fazem esquecer do que se passou.

Já referi aqui várias vezes que gosto de beber. Não, não sou alcoólico e sei que existe muito mais gente a beber mais do que eu. Mas, gosto mesmo de beber. Principalmente, gosto do convívio inerente a um copo. Não bebo em casa, sozinho, ou pelo menos, raramente o faço. E o facto de consumir uma elevada dose de álcool pode destruir tudo que consegui alcançar este mês. Espero que não. No domingo o saberei...

publicado por ZB às 11:20
link do post | comentar | favorito
|

Pesquisar neste blog

 

Janeiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

Posts Recentes:

Dia 365

Dia 288

Dia 228

Dia 165

Dia 100

Dia 43

Dia 36

Dia 32

Dia 23

Dia 14

Dia 11

Dia 8

Dia 7

Dia 4

Arquivos:

Janeiro 2008

Novembro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

subscrever feeds

blogs SAPO
Estou no Blog.com.pt