Sábado, 3 de Fevereiro de 2007

Dia 4

A última vez que fumei um cigarro foi na noite de 29 de Janeiro de 2007.

Hoje é o quarto dia desde que deixei de fumar.

 

Confesso que pensava que deixar de fumar seria bem mais difícil. Bem, também, por enquanto, ainda não tive de passar por nenhuma prova “a sério”, como as temidas noites de copos que, mais tarde ou mais cedo, chegarão e que poderão ser o cenário ideal para uma recaída. Mas, para já, até está a ser fácil.

É verdade que a minha paixão pelos cigarros é maior do que eu suspeitava. Não há uma hora durante o dia que passe sem que eu pense neles. Principalmente, quando o relógio do computador revela um determinado período em que, devido à rotina do dia-a-dia, seria hora de fumar um cigarro. A pior altura mesmo, é a que sucede um café. Involuntariamente, a mão alcança sempre o interior do bolso direito das calças em busca daquela pequena caixa vermelha e branca (eu fumava Português vermelho).

                                                        

Ontem, ao ler um artigo no Público online, deparei-me com esta afirmação, de um cardiologista indiano, chamado Sandeep Gupta: “Sabe que por cada cigarro que fuma perde 11 minutos de vida? Em média, a esperança de vida de um fumador é de menos dez anos do que um não fumador. Se parar de fumar, em 12 meses o risco já caiu em 50 por cento.”     

Foi então que decidi aplicar esta teoria de “cada cigarro = - 11 minutos de vida”, à minha vida. Fazendo contas por alto, fumei durante cerca de sete anos, numa média de 20 cigarros por dia. Normalmente, fumava apenas entre 16 e 18 por cada dia da semana, mas na maioria dos sábados e domingos, fumava quase sempre mais de um maço por dia. Às vezes até dois. Por isso, 20 cigarros por dia, durante sete anos, equivale a mais de 51 mil cigarros(!!!) fumados até há quatro dias atrás. Sinceramente, o número surpreendeu-me muito. Ingenuamente, claro. Pensava que o número seria inferior. Não sei porquê...

Ora, se cada cigarro equivale a 11 minutos de vida perdida, 51.100 equivalem a 562.100 minutos, o que perfaz 390 dias e algumas horas a menos na minha vida. Agora, resta saber se esses dias serão descontados durante a juventude ou durante a velhice...

publicado por ZB às 00:13
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Parar de Fumar a 7 de Julho de 2009 às 15:36
Boa sorte na saga de parar de fumar! É preciso convicção e vontade de deixar!

Comentar post

Pesquisar neste blog

 

Janeiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

Posts Recentes:

Dia 365

Dia 288

Dia 228

Dia 165

Dia 100

Dia 43

Dia 36

Dia 32

Dia 23

Dia 14

Dia 11

Dia 8

Dia 7

Dia 4

Arquivos:

Janeiro 2008

Novembro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

subscrever feeds

blogs SAPO
Estou no Blog.com.pt